NOTICIA

Alguns passos iniciais para uma visão de ajuda internacional ao ensino superior

12/07/2022 11:39

Imagem de Gerd Altman/Pixabay

Durante a Terceira Conferência Mundial da UNESCO sobre Educação Superior (WCHE), a UNESCO IESALC publicou seu relatório inaugural sobre o apoio internacional ao ensino superior (TE). Este relatório destaca a importante evolução da ajuda à DT nas últimas duas décadas e oferece pela primeira vez uma visão global das tendências e características atuais da ajuda internacional direcionada à DT.

O relatório identifica tendências gerais nos fluxos de ajuda internacional para a TE, incluindo o seguinte:

  • A ajuda internacional à TE em 2019 foi de US$ 5,3 bilhões, um aumento de 9% em relação a 2018.
  • Pouco mais de 70% da ajuda internacional à TE é concedida na forma de bolsas de estudo e despesas estudantis no país doador, incluindo despesas de subsistência do estudante.
  • Apenas 3% da ajuda internacional de TE vai para a TVET, enquanto os 97% restantes vão para o ensino superior.
  • 40% da ajuda internacional à TNC foi canalizada por meio de governos; a mesma proporção também fluiu através de universidades, faculdades ou institutos de pesquisa.

Em geral, os fluxos de ajuda internacional são muito diversos em suas características, gestão e execução e, consequentemente, seu impacto no desenvolvimento local. Ainda há pouca informação e debate específico sobre os efeitos da ajuda internacional às transnacionais. O relatório abre o debate sobre um dos instrumentos políticos mais utilizados pelas nações ricas para cooperar com os países em desenvolvimento na área de ET. Este debate exige a inclusão das vozes de todos os atores envolvidos na ajuda internacional ao TE, pelo que após a apresentação do relatório foi realizada uma mesa redonda muito dinâmica que destacou os principais desafios e oportunidades para o futuro e abriu as portas a muitos mais diálogos.Leia aqui mais detalhes da mesa redonda realizada pela UNESCO IESALC no WCES 2022.

A fim de destacar algumas das muitas ações necessárias entre as partes interessadas para gerar um uso melhor e mais eficaz da ajuda no futuro, o relatório inclui as seguintes recomendações de alto nível:

  • Integrar uma abordagem baseada em dados, que, de acordo com nossa análise, requer melhorar a forma como os países doadores relatam informações para melhorar o processo de tomada de decisão, entre outras ações.
  • Obter uma compreensão clara das principais características e práticas que levam a melhores resultados na ajuda internacional de TE. Essa recomendação pode ser alcançada com a inclusão de mecanismos mais transparentes para avaliar os resultados de diferentes programas e iniciativas.
  • Articular mecanismos de coordenação no âmbito de uma agenda global compartilhada por meio do estabelecimento de alianças com os países receptores. Para alcançar maior eficiência e cocriar sinergias em torno do ET, é essencial construir espaços de discussão que ajudem a identificar as necessidades primárias dos países receptores.
  • Adote uma estratégia que visa países com níveis mais baixos de desenvolvimento e evite a dependência de longo prazo. Atingir os mais necessitados enquanto promove seu próprio desenvolvimento local e fortalece seus sistemas de ET é um aspecto fundamental para alcançar o objetivo final da ajuda ao desenvolvimento.
  • Explorar a viabilidade de um fundo global que reúna e coordene a ajuda internacional aos CDs, semelhantes aos aplicados pelo UNICEF ou ACNUR.

Essas recomendações são consistentes com a abordagem da iniciativa global da UNESCO sobre os Futuros da Educação: Reimaginando nosso futuro juntos Ele prevê uma comunidade internacional mais colaborativa que trabalha em conjunto para ajudar os governos, incluindo atores estatais e não estatais alinhados com propósitos compartilhados, com objetivos contínuos alinhados com os requisitos dos países receptores.

Para mais informações, baixe o relatório completo da UNESCO IESALC aqui: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000381747

E se você quiser participar desse diálogo. contate Victoria Galán-Muros em v.galan@unesco.org

Fonte: Iesalc/ Unesco

Nota Oficial: Restrições orçamentárias e financeiras impostas à CAPES

07/12/2022 08:44

ABRUC, COMUNG, ACAFE e SINDIMAN se reuni com o Grupo de Trabalho da Educação, da Equipe de Transição

07/12/2022 08:41

Estudos Educacionais: Pesquisa Inep aborda educação superior, nesta quarta (7), às 15h

07/12/2022 08:38

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.