NOTICIA

CTFC pode votar projeto para divulgação de mensalidades do Fies

28/11/2022 12:05


Pillar Pedreira/Agência Senado

A Comissão de Fiscalização e Controle (CTFC) se reúne nesta terça-feira (29), a partir das 14h30, e pode votar o projeto de lei que exige divulgação de mensalidades de cursos incluídos no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) (PL 3183/2019). O projeto já tem parecer favorável e, se aprovado, poderá seguir para a Câmara dos Deputados.


A proposta determina que as instituições de ensino cadastradas no Fies encaminhem os valores totais e das mensalidades dos cursos financiados ao administrador dos ativos e passivos do Fies, até 45 dias antes da data final para matrícula. A instituição administradora será responsável por tornar públicos os valores. O objetivo é assegurar o monitoramento e a transparência.


De acordo com o relator, senador Telmário Mota (PROS-RR), a norma “estará assegurando a transparência que necessariamente tem de abranger todos os negócios em que o poder público tenha participação”. O autor do projeto é o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB).


Comprovante


A CTFC tem nove itens na pauta da terça-feira, incluindo projetos e requerimentos. Outro projeto que pode ser votado é o que permite a inclusão de nomes de mais de uma pessoa nas contas domésticas, para fins de comprovação de residência (PL 3614/2019). Com isso, será possível incluir cônjuge, companheiro ou pessoa maior de 18 anos que resida com o usuário do serviço.


A inclusão de outro nome terá efeito somente para fins de comprovação de residência e será processada mediante requerimento do usuário e anuência expressa da pessoa cujo nome se pretenda incluir. No entanto, a responsabilidade de contratante do serviço permanece sendo apenas do usuário titular.


O autor do projeto, senador Rodrigo Cunha (União-AL), explica na sua justificativa como a proposta pode facilitar a vida dos cidadãos.


“O comprovante de residência é um documento requerido para o acesso a diversos serviços de utilidade pública e em situações relevantes, como a confecção de cadastros comerciais e profissionais, e para a obtenção de crédito”.


O relator do projeto é o senador Styvenson Valentim (Podemos-RN), que deu parecer favorável.


Audiência


A comissão pode examinar também um requerimento do senador Rogério Carvalho (PT-SE) que propõe audiência pública para debater a fiscalização de obras públicas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) (REQ 38/2022). O senador pretende analisar sugestões do setor da construção civil e de especialistas em licitações e contratos administrativos.


“Na visão de diversos especialistas, estaria ocorrendo uma ‘hipertrofia do controle externo’ e ‘infantilização da administração pública’ no Brasil, com efeitos negativos para o interesse público. Haveria fundado receio dos gestores públicos em serem responsabilizados, mesmo que agindo em conformidade com a legislação, coibindo-se, assim, a atividade criativa no setor público, e afastando-se os melhores quadros da administração pública”, explica ele no requerimento.


O senador sugere a presença dos três ministros do TCU indicados pelo Senado (Vital do Rêgo, Bruno Dantas e Antonio Anastasia) e de representantes da indústria e da construção civil.


Fonte: Agência Senado

Homenagem: Camilo Santana recebe Mérito da Educação Comunitária

04/08/2023 08:33

"Não se pode falar em meritocracia com educação desigual", diz Lula

01/08/2023 08:33

Prazo para comprovação de documentos do Prouni termina dia 3

01/08/2023 08:30

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.