NOTICIA

ENEM: Mais de 2,1 milhões participam do segundo dia

30/11/2021 12:09

Dados são preliminares, tendo em vista que os números definitivos dependem da apuração do consórcio aplicador. Gabaritos serão divulgados até quarta (1º)

Da esquerda para direita: presidente dos Correios, general Floriano Peixoto; ministro da Educação, Milton Ribeiro; presidente do Inep, Danilo Dupas; e o coordenador-geral de Repressão a Crimes Fazendários da Polícia Federal, delegado Cléo Mazzotti durante coletiva de imprensa sobre o segundo domingo de Enem. Crédito: Assessoria de Comunicação Social do Inep

Ao todo, 2.179.559 participantes compareceram ao segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. O número corresponde a 70,1% das 3.109.802 inscrições confirmadas. Dos presentes, 2.145.194 fizeram a versão impressa e 34.365, a digital. No caso do Enem impresso, 70,5% dos 3.040.909 inscritos realizaram as provas. Já no Enem Digital, 49,9% dos 68.893 inscritos compareceram. Os dados são preliminares, tendo em vista que os números definitivos dependem da apuração do consórcio aplicador e serão informados na divulgação dos resultados do Enem.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplicou a segunda parte do exame no último domingo, 28 de novembro, em 1.747 municípios brasileiros. No total, foram 11.904 locais de aplicação e 158.445 salas de prova, considerando as duas versões de prova. Os participantes resolveram itens de ciências da natureza e suas tecnologias — química, física e biologia — e matemática e suas tecnologias. Os gabaritos do exame serão divulgados até a próxima quarta-feira, 1º de dezembro, conforme previsto em edital.

Em entrevista coletiva realizada na sede do Ministério da Educação (MEC), em Brasília, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, destacou a realização de mais uma edição do exame, mesmo diante das dificuldades impostas pelo contexto da pandemia de covid-19. “Temos o dever de prestar contas. E, após esse segundo dia de aplicação, é nítido que a educação e a sociedade brasileira saíram ganhando. Como era previsto, o Enem haveria de ter toda a seriedade, transparência e competência dos servidores e colaboradores do MEC, do Inep, dos Correios e da Polícia Federal”, disse. A coletiva foi transmitida ao vivo pelo canal da TV Brasil no YouTube.

O presidente do Inep, Danilo Dupas, destacou o índice de participação. “Mesmo em pandemia, tivemos a manutenção da série histórica”, pontuou. Dupas agradeceu a todos os envolvidos nos processos de logística e aplicação. “Gostaria de agradecer ao senhor ministro Milton Ribeiro pela confiança no trabalho e pelo apoio. Os Correios foram fundamentais. Mesmo nos momentos críticos, houve tranquilidade e direcionamento sobre a logística. Além disso, bateram um recorde. Em duas horas e 41 minutos, conseguiram entregar as provas em todo o território nacional. É um marco. Também tivemos um respaldo muito grande da Polícia Federal. Todos estiveram totalmente comprometidos”, afirmou.

O presidente dos Correios, general Floriano Peixoto, falou sobre os fatores que envolvem a logística de entrega das provas. “É uma tarefa que aparenta simplicidade, mas tem uma carga complexa. O Enem é uma porta que se abre para os sonhos das pessoas. Não deixaríamos, de forma alguma, que isso fosse arranhado. Nesta segunda fase do exame, batemos o recorde de tempo”, comentou. Ao todo, foram distribuídos 58 mil malotes — aproximadamente 730 toneladas — em 41 voos e 130 carretas fretados.

O coordenador-geral de Repressão a Crimes Fazendários da Polícia Federal, delegado Cléo Mazzotti, falou sobre a atuação polícia para garantir a segurança do exame. “A Polícia Federal atua sempre de forma técnica, com o objetivo de garantir a lisura. Não foi diferente neste ano. As intercorrências foram mínimas. Tivemos um acompanhamento a todo tempo, evitando qualquer tipo de vazamento ou infiltração. O Inep é muito bem estruturado nessa parte. A lisura e a correção do Enem são claras”, afirmou.

Reaplicação – Quem não compareceu ao exame por estar com sintomas de doenças infectocontagiosas previstas nos editais do Enem 2021 (impresso e digital) pode solicitar a reaplicação por meio da Página do Participante até a próxima sexta-feira, 3 de dezembro. É necessário anexar documentação que comprove a condição de saúde.

O prazo de solicitação para reaplicação também vale para as pessoas afetadas por problemas logísticos, de infraestrutura ou por outras ocorrências previstas em edital. Entre as situações que possibilitam a realização das provas em nova data estão: desastres naturais que prejudicaram a aplicação do exame devido ao comprometimento da infraestrutura do local; falta de energia elétrica que comprometa a visibilidade da prova pela ausência de luz natural; falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante ou erro de execução de procedimento de aplicação que incorra em comprovado prejuízo ao inscrito.

Quem tiver a solicitação aprovada poderá participar da reaplicação, que ocorrerá nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022. Nessas datas, o Inep também aplicará o exame para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) 2021 e para os participantes que se inscreveram entre 14 e 26 de setembro, após nova oportunidade destinada às pessoas isentas da taxa de inscrição que faltaram ao Enem 2020. Os resultados do Enem serão divulgados no dia 11 de fevereiro de 2022. Já os treineiros receberão os resultados 60 dias depois.

Enem – O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, tornou-se uma das principais portas de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (ProUni).

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são usados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetros para acesso a auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os resultados individuais do Enem também podem ser usados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitarem as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

Veja a coletiva de imprensa sobre o 2º domingo de aplicação

Acesse o balanço do 2º domingo de aplicação

Acesse o Press Kit do Enem 2021

Saiba mais sobre o Enem

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Inep

4ª Conae debate a respeito de políticas educacionais brasileiras para os próximos 10 anos

02/12/2022 07:59

Definido o cronograma do Censo Superior 2022

02/12/2022 07:54

Comissão de Ciência e Tecnologia aprova Geração Distribuída nas Universidades

02/12/2022 07:52

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.