NOTICIA

Indicadores de Qualidade da Educação Superior: Saiba quais estados têm mais instituições com IGC 5

05/05/2021 18:34

Espírito Santo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte contam com maior número de instituições mais bem avaliadas. RS, CE e DF também se destacam na faixa 4


Os dados proporcionais, por unidade da Federação, do Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) 2019 revelam os estados que despontam como referências de qualidade na educação superior. Os resultados do IGC 2019 mostram que, proporcionalmente, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte apresentaram os melhores índices, tendo 9,2%, 6,7% e 4,2%, respectivamente, de suas instituições com faixa 5 no indicador. Do total de 2.070 instituições avaliadas, apenas 2,2% alcançaram essa faixa. 

Os resultados do IGC 2019 foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na última semana de abril. Com bom desempenho, o Espírito Santo faz parte do conjunto de unidades da Federação que possuem entre 49 e 85 instituições com IGC 2019. Já o Rio de Janeiro integra o grupo que tem entre 108 a 165 instituições avaliadas. O Rio Grande do Norte figura no grupo com o menor número de instituições com o índice calculado: entre 7 e 24.

Quando se trata da faixa 4, a segunda melhor do indicador, Rio Grande do Sul (39,4%), Ceará (33,3%) e Distrito Federal (30,6%) foram os estados que obtiveram, proporcionalmente, o maior número de instituições com o índice. Considerando o total das instituições avaliadas, 21,64% se enquadram nessa faixa. As instituições gaúchas estão no grupo dos estados que possuem entre 108 e 165 avaliadas. Já o Ceará e o Distrito Federal fazem parte do conjunto de unidades da Federação que tem entre 51 e 87 instituições com IGC 2019.  

Considerando o total de instituições com faixa 4 e 5, por unidade da Federação, cinco estados de quatro regiões brasileiras têm mais de 30% de suas das avaliadas entre as duas maiores faixas do indicadorRio Grande do Sul (42,2%), Espírito Santo (36,9%), Ceará (35,2%), Rio de Janeiro (33,3%) e Distrito Federal (30,6%).

Regiões – Em valores absolutos, o Sudeste apresentou o maior número de instituições com faixa 5. A região também é a que possui mais instituições com o IGC calculado: Minas Gerais e São Paulo têm 262 e 509, respectivamente. Das instituições paulistas, 16 ficaram na quinta faixa e 84, na quarta.

No Nordeste, Bahia e Ceará são os estados com a maior quantidade de instituições nas faixas 4 e 5 do indicador, sendo 26 e 18 instituições, respectivamente, participando desse processo avaliativo. Já no Sul, destacam-se, com conceitos nas faixas 4 e 5 do IGC 2019, os estados do Paraná (48) e do Rio Grande do Sul (46). 

Nenhuma das instituições avaliadas das regiões Centro-Oeste e Norte atingiu a faixa 5 nesta edição. Contudo, o Distrito Federal é destaque no Centro-Oeste, com 15 instituições na faixa 4, enquanto o Pará é o estado da região Norte com maior quantidade de instituições nessa faixa.

Composição – O cálculo matemático para chegar ao IGC leva em conta os seguintes aspectos: a média do Conceito Preliminar de Curso (CPC), considerando o último ciclo do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) como referência; a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu, atribuídos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) na última avaliação trienal; e a distribuição dos estudantes entre as diferentes etapas de ensino superior (graduação ou pós-graduação stricto sensu). 

No que se refere ao cálculo das 2.070 instituições de educação superior no IGC 2019, foram considerados os resultados do CPC de 24.145 cursos avaliados entre 2017 e 2019 e os dados de 4.679 programas de mestrado e doutorado oferecidos pelas instituições em 2019. Vale ponderar que a divulgação do IGC 2019 ocorreu, ocasionalmente, em 2021, em função de uma nova coleta de dados sobre os programas de pós-graduação, realizada pela CAPES. Esse processo permitiu ao Inep o uso de informações oficiais mais atualizadas referentes aos programas de mestrado e doutorado ofertados pelas instituições em 2019. 

IGC – Como indicador de qualidade, o IGC integra o conjunto de procedimentos e instrumentos diversificados que avalia as instituições de ensino, de acordo com o que prevê a Lei do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). O índice tem relação direta com o ciclo avaliativo do Enade, que mensura, entre outros aspectos, o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação. Para ter o IGC calculado, a instituição deve possuir, no mínimo, uma graduação com CPC atribuído no triênio de referência do Enade. De 2017 a 2019, o exame avaliou cursos de cem áreas do conhecimento.

Critério – Iniciativas e políticas do Governo Federal, como a Universidade Aberta do Brasil (UAB), o Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (Parfor) e o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), utilizam o conceito do IGC como requisito, critério seletivo ou de distinção. O indicador também é parâmetro para a distribuição de orçamento à Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (EPCT) e serve como referencial nos processos de supervisão e regulação da educação superior, além de orientar a autoavaliação das instituições de ensino.

Confira a transmissão da live de divulgação do IGC 2019 

Acesse a Portaria que divulga os resultados do IGC 2019

Confira os resultados do IGC 2019

Acesse a apresentação com os principais resultados do IGC 2019

Saiba mais sobre o IGC

Saiba mais sobre os Indicadores de Qualidade da Educação Superior

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Inep

Começa nesta terça-feira (7) o prazo para complementar inscrições do Fies postergadas para o 1º semestre de 2023

08/02/2023 10:03

Enade: Recurso à análise de dispensa de prova é até 10/2

08/02/2023 10:00

CNPq abre inscrições para 43ª Edição do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica

07/02/2023 11:42

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.