NOTICIA

Ministério da Educação debate boas práticas educacionais no ensino superior

31/10/2022 12:54

Durante o evento, o ministro destacou que deseja simplificar e reduzir a burocracia, além de garantir a qualidade da oferta de vagas no ensino superior



Foto ilustrativa: RODNAE Productions - pexels.com
Nesta última quinta-feira (27), o Ministério da Educação (MEC) marcou presença no evento “O Admirável Futuro da Educação Superior”, que teve como objetivo discutir o futuro do ensino superior e propor boas práticas educacionais. Esta edição é uma realização do Consórcio Sthem Brasil, Semesp e Universidade Coimbra, com apoio da Arizona State University e do Tecnológico de Monterrey e contou com a participação do ministro da Educação, Victor Godoy. A temática principal do encontro é repensar a missão do ensino superior, com discussões e debates divididos em palestras e mesas redondas sobre "Currículo e Inovação: O Impacto do Microcredenciamento no Ensino Superior", "Boas Práticas de Inovação Acadêmica e no Ensino Híbrido", "O Novo Contrato Social para a Educação e a Responsabilidade das IES", entre outros.  

Ao abrir o segundo dia de debates, do encontro que segue até esta sexta-feira (28), Victor Godoy destacou ser muito importante tratar de temas como o papel das instituições de ensino, currículo, o futuro da educação, boas práticas e inovação. Ao mencionar ser necessário trabalhar o conceito de flexibilidade nos processos de formação superior, o ministro informou que o trabalho vem sendo desenvolvido para a simplificação dos processos regulatórios e informou que já há um novo decreto regulamentador saindo do forno. E classificou esse ato como uma ótima notícia para o setor e para a sociedade, uma vez que foi realizada uma reengenharia de fluxo, reduzindo etapas desnecessárias e burocráticas que acabavam tornando o processo lento. Com esse novo decreto, o Ministério disponibilizará um novo e-Mec, previsto para ser lançado no início de novembro, e um o novo e-Cebas. Ambos com linguagens mais amigáveis com um interação praticamente on-line entre as instituições de ensino e o MEC. O objetivo de todas essas iniciativas é simplificar e reduzir a burocracia, garantindo, assim, a qualidade da oferta que é fundamental para o salto de qualidade na educação brasileira.

Na oportunidade, o ministro da Educação, também destacou que o MEC está trabalhando em um novo modelo de financiamento estudantil, a fim de aperfeiçoar o modelo hoje existente, dando mais oportunidades para os estudantes e trazendo condições para que esse novo financiamento seja sustentável. Outro ponto levantado pelo ministro foi o aprimoramento do cronograma do Enem. Os cronogramas de divulgação dos resultados foram encurtados, uma vez que é sabido que as instituições possuem seus calendários e têm essa necessidade de orientar também os seus processos seletivos com base nos resultados do Enem, Prouni e Fies. Assim, a ideia seria trabalhar também no fluxo do Enem para adiantar a divulgação dos resultados e facilitar, mais uma vez, a vida dos estudantes e das instituições de ensino.

Além das palestras e discussões, na programação do evento está prevista a entrega do “Prêmio de Inovação no Ensino Superior Prof. Gabriel Mário Rodrigues”, criado pela Semesp em parceria com o Consórcio Sthem Brasil para reconhecer profissionais que trabalham em prol da inovação da educação superior brasileira. O prêmio é um reconhecimento, ainda, ao professor Gabriel Mário Rodrigues, um notável pioneiro da educação e um dos principais responsáveis pela posição de relevância alcançada pelo sistema educacional superior privado no país. Durante sua trajetória como mantenedor e dirigente de entidades representativas do ensino superior privado brasileiro, o homenageado sempre mostrou uma enorme preocupação e aguda sensibilidade com a ampliação dos horizontes e o aperfeiçoamento do sistema educacional superior privado, por meio da adoção de melhorias contínuas e soluções inéditas para a dinâmica e as competências do ambiente acadêmico.

O evento contará com palestrantes nacionais e internacionais, entre eles: Noah Geisel (Universidade do Colorado Boulder); Paula Lopes (Universidade de Coimbra); Elsa Beatriz Palacios (Tecnológico de Monterrey); Dale Johnson (Arizona State University), Cristina Vieira (Universidade de Coimbra); Fernando Valenzuela Migoya (Aspen Institute Mexico e Edtech Times), dentre outros.

4ª Conae debate a respeito de políticas educacionais brasileiras para os próximos 10 anos

02/12/2022 07:59

Definido o cronograma do Censo Superior 2022

02/12/2022 07:54

Comissão de Ciência e Tecnologia aprova Geração Distribuída nas Universidades

02/12/2022 07:52

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.