NOTICIA

NOTA OFICIAL: Os questionamentos a respeito da Avaliação Quadrienal

06/12/2021 11:43

A CAPES vem a público esclarecer que os questionamentos do Ministério Público Federal à Avaliação Quadrienal, recentemente divulgados, já vinham sendo formulados desde 2018, por meio de Ofícios Requisitórios dos Procuradores da República que investigam a distribuição de recursos públicos destinados à educação.

Logo, não se trata de questionamentos relacionados a um governo específico, ou mesmo a uma gestão específica da CAPES.

A Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público Federal questiona, especificamente, as condutas adotadas no processo de definição dos critérios, parâmetros e indicadores para a atividade avaliativa, fatos ocorridos entre 2017 e 2020.

Segundo a percepção do Ministério Público, esses elementos teriam sido definidos e publicados somente depois dos fatos que serão objeto de avaliação, ou seja, com aplicação retroativa.

A tese do MPF, que foi apresentada desde 2018, é de que isso geraria insegurança para os cursos avaliados, que passariam os primeiros anos do quadriênio “no escuro", sem saber o que seria cobrado para atribuição de sua nota ao final.

Essa tese foi acolhida pelo juiz de primeira instância e a liminar foi imediatamente concedida, sem prévia oitiva da CAPES, para suspender os procedimentos da atual Avaliação Quadrienal até que se pudesse analisar a alegada criação de requisitos retroativos.

A CAPES, em conjunto com os consultores que lhe auxiliam nessa relevante função, não mediu esforços para reunir a documentação pertinente, produzir relatórios e orquestrar os argumentos a serem levados ao Judiciário, com vistas a demonstrar a absoluta regularidade dos atos praticados por tais consultores, no curso dos quatro anos do período avaliativo, bem como as especificidades que notabilizam essa forma de avaliação pela Academia.

Após a apresentação de quatro recursos e pedidos de reconsideração, bem como diversas audiências com os magistrados envolvidos no julgamento, a CAPES, por meio da Advocacia-Geral da União, obteve a suspensão da referida liminar, de modo que as atividades da Avaliação Quadrienal podem ser retomadas.

Legenda das imagens:
Banner e imagem dentro da matéria: Logotipo criado para a Avaliação Quadrienal 2017 - 2020 (Foto: CCS/CAPES)

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).

MEC divulga datas de inscrição para Prouni, Fies e Sisu de 2023; confira calendários

29/11/2022 12:38

IV Conferência Nacional de Educação - CONAE 2022 - Inclusão, Equidade e Qualidade: compromisso com o futuro da educação brasileira

29/11/2022 12:24

Pós-Graduação: Presidente da CAPES nomeia os coordenadores das 49 áreas de avaliação

29/11/2022 12:02

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.