CLIPPING

CCT analisa projeto que prevê geração de energia de fontes renováveis nas universidades

01/12/2022 08:50


O projeto é de autoria do senador Veneziano Vital do Rego - Jefferson Rudy/Agência Senado

Em reunião nesta quinta-feira (1º), às 10h, a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) deve apreciar substitutivo (texto alternativo) apresentado ao projeto de lei que institui o Programa de Geração Distribuída nas Universidades (PGDU), cuja finalidade é prover recursos para a instalação de sistemas de geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis nas universidades brasileiras e entidades vinculadas a essas instituições.


De autoria do senador Veneziano Vital do Rego (MDB-PB), o PL 726/2019 foi relatado pelo senador Jean Paul Prates (PT-RN), autor do substitutivo a ser discutido e votado pelos senadores.


O texto sugere a substituição dos incentivos com redução do PIS/COFINS, previstos no projeto original, pela criação de um programa de financiamento e a concessão de crédito pelo Poder Executivo, que contaria com recursos do Fundo Nacional sobre Mudança do Clima, criado pela Lei 12.114, de 2009; verbas de pesquisa e desenvolvimento, de que tratam a Lei 9.991, de 2000; e recursos do Orçamento Geral da União, quando previstas dotações correspondentes em Lei Orçamentária Anual.


Os objetivos do PGDU são o desenvolvimento tecnológico e a capacitação profissional concernentes à geração distribuída de energia elétrica a partir das fontes renováveis; a autonomia energética das universidades; e o desenvolvimento de mercado para equipamentos e componentes utilizados na geração distribuída de energia elétrica a partir das fontes renováveis.


Após deliberação da CCT, o texto ainda será apreciado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), em decisão terminativa.


Os senadores deverão apreciar ainda seis projetos de decreto legislativo que tratam da outorga ou renovação de autorização para a execução de serviços de radiodifusão comunitária em municípios do Paraná, Minas Gerais, São Paulo e Bahia.


Redes móveis


Na primeira parte da reunião, haverá discussão e votação do relatório em que Jean Paul Prates (PT-RN) avalia as políticas públicas relativas à quinta geração (5G) de redes móveis no Brasil, desenvolvidas no âmbito do Poder Executivo no exercício de 2021. A avaliação ocorre em cumprimento ao disposto no artigo 96-B do Regimento Interno do Senado Federal.


No relatório, Jean Paul Prates ressalta a importância de avaliar a implementação da política pública da tecnologia 5G no país.


“Segundo pesquisa da Viavi Solutions (empresa que atua no fornecimento de redes e serviços de telecomunicações), o mundo inteiro já tem 65 países, totalizando 1.662 cidades, conectados à internet móvel de quinta geração. Só neste ano de 2021, 301 cidades já adotaram a nova tecnologia, ampliando em 20% o total na comparação com o fim do ano passado. O Brasil ainda não está na lista e nem tem previsão”, destaca Jean Paul Prates em seu relatório.


A reunião da CCT será realizada na sala 7 da ala Alexandre Costa.


Fonte: Agência Senado

Veja também

2,3 milhões abandonaram curso superior em 2021

03/02/2023 09:34

Senadores trabalham para compor comissões permanentes da Casa

03/02/2023 08:35

Ministra assegura reajuste de bolsas de pesquisa ainda no 1º semestre

03/02/2023 08:24

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.